http://www.saltoquantico.com.br/wp-content/imagens/Benjamin_Wagner.jpg

Para que a justiça seja feita, aqui venho fazer um agradecimento público a todos aqueles que colaboraram para que a chamada do Maria Cristo 2010 fosse realizada, já que mal tive a chance de fazê-lo na apresentação oficial, na palestra de ontem (já peço desculpas de antemão pelo texto longo, mas seria ingratidão minha deixar quaisquer dos itens abaixo de fora):

  • Primeiramente, claro, a Deus e a Espiritualidade Amiga, em especial nas pessoas de meu Anjo muito amado, Benjamin, e de nossa Mestra-Mãe Eugênia, que tanto persistiram em minha pessoa, pacientemente corrigindo-me as falhas mais severas, os vícios e os condicionamentos do passado. Sem o Amor deles, nenhuma transformação dessas seria possível; além de, óbvio, terem fundado, aqui na Terra, o Salto Quântico, essa Escola de Felicidade que nos permite ter a honra de colaborar com o pouco que temos, sem nenhum merecimento nosso para tanto, prova da Misericórdia Divina. Sem o Salto Quântico, sem Benjamin, sem Eugênia…  Meu Deus!, alguém aqui me conhecia antes dEles aparecem na minha vida?! (risos)
  • A Benjamin de novo, por definir conceitualmente o que deveria estar no vídeo. Isso ele nunca fala nas palestras, então vou aproveitar esse espaço pra me esbanjar passando o crédito devido a ele! (hehehe) Os vídeos que passam pelas faces das pirâmides e os textos (só com exceção do “Venha ser Feliz” ao final) foram todas ideias dele, além de sugestões pequenas que fazem peso no resultado final, como, por exemplo, o quanto as imagens deveriam estar refletidas nas águas. Além disso. ele provocou que eu me esforçasse mais – mesmo sem notar algo específico a ser melhorado -, o que me estimulou a procurar meios de aprimorar o que merece, por baixo, a aplicação de todas as capacidades possíveis. Vale ressaltar que as vinhetas de Apresentação (que atualmente inicia o Programa de TV e as Palestras) e a Conceitual (que fala sobre as encarnações de Eugênia) foram provocadas por ele, que não só definiu os textos e escolheu as imagens, como também a trilha sonora de ambas – e a dessa chamada do Maria Cristo também. A ideia de, na vinheta da Bandeira, ela girar e a câmera acompanhar, foi dele – o texto, idem. Os textos da vinheta da transformação de “culpa em responsabilidade”, tirando essa parte, o restante foi dele; na dos Dominós, o texto (“Felicidade e Espiritualidade – Espalhe esta novidade!”) também foi dele (eu tô me fazendo com essa parte!).
  • À Equipe de Mentores Profissionais que nos acompanhou durante todo o processo de produção. A manifestação de meu mentor profissional (cujo nome ainda desconhecemos), em uma terapia de quinta-feira, resultou na presença dos painéis de fundo, que contém imagens relativas às imagens que estão sendo exibidas em primeiro plano, nas pirâmides (na parte de Bernadette Soubirous, o fundo é a cidade de Lourdes, na França; na dos Três Pastorinhos, é a Catedral de Fátima, em Portugal; na do Fenômeno do Sol, a cidade de Estância, e na de Aracaju, o Constâncio Vieira). Ele também visivelmente me inspirou em cada detalhe aplicado, a ponto de me fazer ficar rindo aqui enquanto trabalhava, tão prontas que vinham as ideias. Quando me batia com uma dúvida, respirava fundo, fazia uma prece, e, “milagrosamente”, a resposta vinha. Um dos que mais me chamou a atenção foi a Luz que sai da Mão de Nossa Senhora e segue até o centro do Sol, na pirâmide de cima. Inicialmente, era pra ser como se a quina da pirâmide refletisse uma luz, como são as aparições anteriores. Depois, “curiosamente”, “percebi” que poderia seguir a Mão d’Ela, e até, “quem sabe”, seguir até o Sol… sacadas que, nem de longe, teria só. “Por coincidência” também, a imagem das araras e dos cajus, quando postas no projeto, cortaram exatamente o texto deixando à mostra “Feliz Aracaju”. Sem contar as inúmeras sacadas técnicas de ajustes, com alterações de parâmetros no programa que nunca havia mexido antes, e que, “por acaso”, saiam resolvendo os problemas que surgiam. Tudo foi sorte, viu gente?, pura coincidência (tsc).
  • À Dê (Delano Mothé), que também – mas em menor medida, vou ser sincero, mas nem por isso menos incisivamente – provocou a que a chamada ficasse mais rica. A ideia de utilizar o mar como fundo foi dele, provocado pelo vídeo de Adler da mensagem do Espírito Eugênia, “Vida em Abundância”.
  • Aos meus dois professores de edição em vídeos, Andrew Kramer (videocopilot.net) e Nick Campbell (greyscalegorilla.com), que me ensinaram 99.9% de tudo que conheço.  Como é uma área pouco privilegiada no Brasil, só as grandes cidades contam com cursos direcionados… a benção que é a internet, permitindo que essas barreiras sejam vencidas. Vale ressaltar que TODAS as aulas que assisti até hoje, foram disponibilizadas por eles de graça. Quase inacreditável, não é mesmo?
  • Também agradeço a cada manifestação de estímulo pelo trabalho feito, sejam torpedos, emails, cumprimentos na palestra, enfim. Fica aqui explicitado que cada agradecimento está sendo dividido entre todos que colaboraram! Estejam certos de que são combustíveis para que que faça sempre mais!


Fica aí, então, o que posso dar em retribuição para uma Causa de Onde tanto recebo, anos sucessivos, desde que tive a bênção de conhecê-l’A, em 2005. Peço ajuda enfaticamente, a que os amigos a divulguem, sem freios, a irmãos, pais, filhos, colegas de trabalho, faculdade, colégio; até mesmo fora do estado, porque mesmo que não cheguem ao ponto de viajarem até aqui para o Evento, conhecerão nossa Escola de Amor e Felicidade, na Mensagem de Amor e Esperança que vem divulgando, ano sobre ano, heroicamente!

Seu irmão em ideal,
Wagner de Aguiar.